44.3522-4793

Crônica - Professora Eloiza Nogueira Moreira | Colégio Novo Mundo - Um Mundo de Oportunidades - Goioerê - PR

Destaques

Crônica  - Professora Eloiza Nogueira Moreira

Crônica - Professora Eloiza Nogueira Moreira

Início ou inicio?
Palavras tão parecidas e com valores distintos. Então seria aqui o início ou aqui inicio esta coluna. Tão pertinente para um início (com acento mesmo) de ano.
Afinal, ano novo, vida nova, projetos novos, o recomeço de um ciclo traz grandes expectativas. Neste espaço trataremos de assuntos que cercam o nosso dia a dia, mas sempre voltados à luz da palavra de Deus, lembrando e falando sobre onipresença do Rei dos reis, que às vezes por pressa ou ignorância deixamos de lembrar que há alguém que está em todos os lugares, achamos que Ele só pode ser encontrado dentro de uma igreja, e nos esquecemos da Sua grandeza. 
Então aqui vamos nós com comentários a respeito de tudo que nos cerca e que nos é pertinente. E por falar em comentários, sabe comentários de notícias, vídeos ou reportagens? Aqueles que você lê no final de cada matéria ou seja lá o que seja que esteja lendo ou assistindo? É sobre eles que vou falar agora. Você já deve ter feito algum desses na vida, ou conhecer alguém que já fez, porque hoje, nesse mundo digital, todos podem comentar o que bem quiser, com ou sem condição (psíquica, emocional ou ortográfica) de fazê-lo. 
Eles foram feitos para demonstrarmos nossa opinião sobre algo que foi lido ou assistido, e sempre são cheios de verdades próprias que alguém criou naquele momento para defender algo que acredita ou que acredita acreditar. Bem, estava eu a ler algumas reportagens acerca de rebeliões e massacres dentro das cadeias brasileiras e em algumas dessas notícias li comentários alegres por mortes dentro das prisões, outros lamentando o fato do número de mortos não ter sido maior, "só 60? poderia ter sido 100". Também li notícias sobre os familiares dos presos assassinados pedindo indenizações ao governo, pelos parentes mortos dentro das penitenciárias, pois a ele caberia a obrigação de proteger esses presos. E mais comentários... Esses agora sobre a família das pessoas que foram assassinados por alguns desses que morreram na rebelião, onde as opiniões falavam sobre inversão de valores, pois o mesmo estado que deveria proteger esses presos é o mesmo que deveria ter protegido o cidadão de bem que ele matou, li comentários de pessoas que pedem direitos humanos somente para humanos direitos, e por aí vai, abre-se um leque com grandes possibilidades de julgamentos, de que bandido bom é bandido morto, dezenas, não, centenas, milhares de comentários e correntes que circulam esse nosso mundo virtual. 
Enfim, pensando sobre o assunto, me questionei: qual será o comentário de Deus sobre tudo isso? Como Deus comentaria até mesmo esses comentários? Em Romanos 3:10 diz: "Como está escrito: Não há nenhum justo, nem um sequer." Então, quem poderia clamar justiça ou se julgar melhor que este ou aquele? Vê-se a justiça como algo que pode ser adquirido nesta terra, mas o que sabemos de justiça se não há ninguém justo? Pode-se afirmar que matar para ensinar que não se deve matar não ajuda em muita coisa. Porém o perdão, o amor, a bondade, tudo isso regenera, transforma, revigora. 
Cristo nesta terra pregou o amor, porém, em meio a tantas "injustiças" nos esquecemos de que o mais injustiçado dos homens rogou a Deus o perdão daqueles que o crucificaram injustamente. Mas, reles mortais que somos, queremos justiça, matou tem que morrer, tem que pagar o preço justo. E a famílias destes que já mataram alguém? Claro que não tem o porquê de chorar ou reclamar que seus entes queridos foram mortos em uma rebelião, afinal, se estava preso, boa coisa não era, e se matou alguém, recebeu a recompensa que lhe era devida... Pobres de coração que somos, tão despercebidos que não paramos para analisar a tristeza do coração de Deus ao ver comentários tão pequenos e egoístas. Deus deixou tudo tão claro ao escrever "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." (1 Coríntios 13:13). Deus ama a cada um, sem distinção, ele odeia o pecado, mas ama o pecador, por isso, não temos diferença perante o Pai, e só Ele pode julgar, só Ele sabe o que é justiça. Por isso, permaneçamos em amor, e deixemos a justiça para Aquele que é justo. 
Eloiza N. Moreira 

Comentários

Mais fotos de destaque

  • Ex-Aluno destaque Feira de Ciencias

    Ex-Aluno destaque Feira de Ciencias

  • Trabalhos destaque da Feira do Conhecimento

    Trabalhos destaque da Feira do Conhecimento

  • Destaque anual nos Simulados

    Destaque anual nos Simulados

  • Simulado 3° Bimestre

    Simulado 3° Bimestre

  • AULA PRATICA DE QUÍMICA

    AULA PRATICA DE QUÍMICA

  • Aula Rupestre de Arte

    Aula Rupestre de Arte

ONDE ESTAMOS

Av. Brasilia, 1133 | Jd. Lindóia 
CEP: 87360-000
(44)3522-4793
Colégio Novo Mundo - UM MUNDO DE OPORTUNIDADES
0%
Desenvolvido por Guia Goioere